João Ponte afirma que investir na modernização das acessibilidades às explorações agrícolas é um “desafio permanente”

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje, em São Miguel, que investir na modernização das acessibilidades às explorações agrícolas é um “desafio permanente”, que proporciona melhores condições de trabalho e mais segurança, além de contribuir diretamente para o aumento da rentabilidade das explorações.

“Investir na melhoria das acessibilidades é um desafio permanente, para responder a necessidades estruturais que ainda existem ao nível da construção de novos caminhos e da beneficiação de caminhos já existentes”, salientou João Ponte.

O titular da pasta da Agricultura falava à margem da assinatura de um contrato da IROA, S.A. com a empresa Albano Vieira S.A. para a construção e beneficiação do caminho agrícola do Portal Grosso, em São Miguel,

João Ponte salientou que há outro grande desafio, que passa pela manutenção de investimentos feitos há duas ou três décadas em caminhos de acesso às explorações agrícolas e que já começam a necessitar de intervenções.

O Secretário Regional destacou a evolução e o percurso já feito um pouco por todo o arquipélago, em termos de caminhos, abastecimento de água e eletrificação das explorações agrícolas, assegurando que, enquanto houver um caminho por pavimentar ou uma exploração sem acesso a água e eletricidade, será sempre motivo de preocupação para o Governo dos Açores.

Relativamente ao próximo quadro comunitário de apoio, defendeu a necessidade de haver um “orçamento robusto”, que permita “continuar a responder às necessidades, que resultam muito da orografia, da força e da expressão que o setor agropecuário tem na Região e que vai implicar, nos próximos anos, mais investimentos”.

“O atual quadro comunitário tem uma dotação de cerca de 22 milhões de euros para infraestruturas, melhoramento e desenvolvimento de caminhos, abastecimento de água e eletrificações das explorações, que, naturalmente, vamos aproveitar muito bem, ao serviço de um setor muito importante para a economia regional”, disse João Ponte.

O governante elogiou ainda a boa parceria que existe entre o Governo Regional e o Poder Local, no sentido de, em conjunto, trabalhar para melhor servir os agricultores, proporcionando melhores condições e infraestruturas para o desempenho desta atividade.

Dentro de poucos meses deverá estar concluída a obra do caminho do Portal Grosso, localizado no Perímetro de Ordenamento Agrário da Bacia Leiteira de Ponta Delgada, orçada em 117 mil euros, que consiste na pavimentação de uma extensão de 1.050 metros, a correção e o melhoramento de drenagens da via.

Esta intervenção assume particular importância para a atividade agropecuária do concelho de Ponta Delgada, já que beneficia a acessibilidade a 13 explorações, numa área de 60 hectares, para além de reforçar a rede de caminhos agrícolas existentes neste perímetro agrário.

GaCS/RM

Partilhar Notícia