Governo avança com construção da lagoa artificial das Contendas

Ponta Delgada 10-03-2011

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas lançou a realização da empreitada de construção do Sistema Integrado de Abastecimento de Água à Lavoura no P.O.A. da Zona Central da Ilha de São Miguel, Lagoa Artificial das Contendas.

A realização desta empreitada resulta da necessidade de se proceder ao reforço da rede de distribuição do sistema integrado de abastecimento de água à lavoura no Perímetro de Ordenamento Agrário (POA) da Zona Central da Ilha de São Miguel, nomeadamente na zona das Contendas e nos caminhos agrícolas do Marquês e Vale Grande, de modo a beneficiar cerca de 300 explorações agro-pecuárias e uma área de pastagem de 1.110 hectares.

Estas obras de beneficiação, com um custo estimado de 2,1 milhões de euros contemplam a execução de trabalhos de construção de uma Lagoa Artificial com o volume de 25.000 metros cúbicos, um reservatório com capacidade de armazenamento de 500 metros cúbicos, uma Estação de Tratamento de Águas, 7,5 quilómetros de condutas de abastecimento de água no lugar das Contendas e 150 ramais individuais.

Neste P.O.A. decorrem duas grandes obras construção e beneficiação de caminhos agrícolas, nomeadamente as empreitadas dos caminhos “Vale Grande e Marquês” e “Sanguinhal”, as quais contemplam a construção do piso em betão betuminoso/cimento numa extensão global de 10,8 quilómetros, melhoria da rede de drenagem e construção de condutas de distribuição de água à lavoura numa extensão global de 10 km e 150 ramais individuais e representam um investimento global de 3,5 milhões de euros.

O reforço do investimento ao nível dos caminhos agrícolas, abastecimento de água à lavoura e energia eléctrica às explorações agro-pecuárias continua a ser uma das prioridades do Governo dos Açores, no sentido de contribuir para a redução dos custos de produção e, consequentemente, melhorar as condições de trabalho e os rendimentos dos profissionais do sector.

Partilhar Notícia